×

<strong>Filmado durante 03 anos, documentário “Tudo O que Podemos Ser” acompanha experiência de alunos de escolas públicas de ensino médio integral </strong>

Filmado durante 03 anos, documentário “Tudo O que Podemos Ser” acompanha experiência de alunos de escolas públicas de ensino médio integral 


Longa revela diferentes realidades dos estudantes das redes públicas de Pernambuco, do Maranhão e do Mato Grosso do Sul

Muito mais do que um documentário sobre educação, “Tudo que podemos ser” é um retrato das diferentes trajetórias e realidades vivenciadas por estudantes da rede pública do Ensino Médio Integral do Brasil. O projeto, que aborda as expectativas, os sonhos e a transformação de oito jovens, assim como o relato de suas famílias, é uma realização da Oficina Filmes e do Instituto Sonho Grande, em parceria com as Secretarias de Estado de Educação de Pernambuco, Maranhão e Mato Grosso do Sul.

Durante três anos, as gravações – iniciadas em 2019 e finalizadas em 2022 – acompanharam as rotinas, as mudanças e o desenvolvimento dos projetos de vida de Alexsandra, Cleanderson, Elias, Moisés, Nicole, Paloma, Raquel e Vitória. Jovens que, apoiados pelas ferramentas pedagógicas do Ensino Médio em Tempo Integral e pela equipe das escolas, se mantiveram resilientes em suas jornadas escolares e em meio ao período desafiador da pandemia.

O filme traz também o relato sobre a vida de cada um deles, seus planos para o futuro, suas angústias e o contexto familiar.  Além disso, mostra como a escola é também uma grande aliada na formação como cidadãos e na projeção para a vida adulta. 

Mudança de vida

Moisés da Silva, um dos protagonistas do filme e ex-aluno da Escola de Referência em Ensino Médio Abílio de Souza Barbosa, em Orobó (PE), é um exemplo brilhante de superação, dedicação e persistência. O estudante, natural de Casinhas, cidade localizada no agreste pernambucano, andava mais de 30 minutos a pé até chegar ao ponto de ônibus e depois cruzava a cidade de Umbuzeiro (PB) para chegar à escola. Mesmo com todas as dificuldades, o jovem conseguiu trilhar um caminho de muitas conquistas. Em 2021, depois de concluir o ensino médio, se mudou para Recife (PE) para morar sozinho, trabalhar e cursar matemática na Universidade Federal de Pernambuco (UFPE).

“Quando você é negro, pobre e jovem, a sua única opção é o estudo… E o Ensino Médio Integral abriu portas para mim. O EMI nos prepara melhor para o futuro, com a ampliação das matérias e da carga horária, mas o projeto de vida, a tutoria e as eletivas realmente eram surpreendentes. Com eles, entravámos em contato com diferentes aprendizados, o que nos permitia aprofundar os conhecimentos e desenvolver nossos objetivos”, relata Moisés. 

O jovem ainda destaca como a participação no documentário foi benéfica para o seu amadurecimento como estudante e pessoa. “As gravações me fizeram refletir sobre muitas coisas que antes eu não pensava, como meus objetivos com relação ao futuro e sobre o meu eu do passado. A cada ano de filmagem, respondíamos algumas das mesmas perguntas, mas as respostas nunca foram as mesmas. De 2019 para 2022 eu mudei bastante, evoluí mentalmente e fisicamente e saí de lá muito mais confiante para viver novas experiências”. Agora, Moisés trabalha em novos planos para a sua vida: terminar seu curso no Brasil e sair do país para dar os próximos passos acadêmicos no exterior.

Além de revelar diferentes realidades de cada estado – Maranhão, Mato Grosso do Sul e Pernambuco, outra fortaleza do filme é que ele evidencia o papel do modelo de ensino integral, que traz uma proposta pedagógica multidimensional que muito se conecta às realidades dos jovens. “Ao focar nas vivências dentro do Ensino Médio Integral, o projeto assiste ao crescimento dos estudantes como protagonistas de suas vidas, mostrando o potencial do modelo de transformar realidades, não somente nas escolas, mas em toda a sociedade, ampliando o papel da educação e preparando os jovens para o futuro”, destaca Ana Paula Pereira, diretora-executiva do Instituto Sonho Grande.

Assista ao documentário completo disponível no YouTube Quero Integral. 

<https://www.youtube.com/watch?v=p7m_huO8R5k>


SERVIÇO

Documentário “Tudo que podemos ser”.
O que: Filme que aborda as expectativas, os sonhos e a transformação de estudantes do Ensino Médio Integral da rede pública no Brasil.
Apresentação: Instituto Sonho Grande
Produção: Oficina Filmes
Apoio: Secretarias de Educação de Pernambuco, Maranhão e Mato Grosso do Sul.
Onde assistir: Disponível no link < https://www.youtube.com/watch?v=p7m_huO8R5k>

Sobre o Ensino Médio Integral 

O Ensino Médio Integral é uma proposta pedagógica multidimensional e moderna, nacional, pública e gratuita. A partir de um modelo de ensino que se conecta à realidade dos jovens e ao desenvolvimento de suas competências cognitivas e socioemocionais, propõe a formação integral dos estudantes. Trabalha pilares como projeto de vida, aprendizado na prática, tutoria, protagonismo juvenil, acolhimento, orientação de estudos e eletivas, que promovem a formação completa do estudante, junto aos componentes curriculares já previstos na BNCC. Está presente em cerca de 4.301 escolas em todo o país, beneficiando quase 1 milhão de estudantes. 

Publicar comentário