×

Entrevista: Ana Paula Oliveira, influencer

Entrevista: Ana Paula Oliveira, influencer

1. Ana Paula, você mencionou que a menopausa pode ocorrer precocemente. Como uma mulher pode identificar os sinais de que está entrando nessa fase antes do esperado?

A menopausa precoce geralmente ocorre aos 40 anos, que é quando encerra as ciclo menstrual.
A mulher pode identificar através de sintomas como: Ondas de calor, insônia, ganho de peso, alterações do humor, ressecamento e alteração menstrual.

2. Você falou sobre a libido ser afetada durante a menopausa. Quais são algumas das opções de tratamentos naturais que você recomenda para mulheres que enfrentam esse desafio? 

A libido em algumas mulheres é afetada, mas não permanece por muito tempo, pode ser combatida através da terapia hormonal, para repor os hormônios que estão em baixa produção, o uso de suplementos, também a prática de exercícios físicos e uma boa alimentação. 

3. Há muitos mitos em torno da menopausa, um deles é que só acontece aos 50 anos. Você poderia explicar um pouco mais sobre quando esse processo realmente começa e como ele se manifesta em diferentes faixas etárias?

Não há uma idade específica, algumas mulheres tem menopausa precoce que ocorre aos 40 anos. O normal seria dos 45 aos 55 anos. Os sintomas surgem e após algum tempo encerra o ciclo menstrual, no meu caso os sintomas surgiram aos 49 anos, e aos 50 encerrou o ciclo menstrual.

4. Ana Paula, durante a menopausa, as mulheres se transformam em “super-heroínas” devido às mudanças hormonais?

No meu conceito as mulheres são e sempre serão  super heroínas, principalmente nessa fase desafiadora  os tornamos corajosas  para enfrentar toda essa mudança com nosso corpo, nossa saúde  física e psicológica é afetada, e a mulher tem a força, a garra de passar por todas essas mudanças de cabeça erguida e com alegria de viver, que é o meu caso!

5. Você acredita que a menopausa seja uma conspiração para aumentar as vendas de chocolates e sorvetes?

A menopausa é um processo que todas mulheres irão enfrentar, não é um bicho de sete cabeças, para algumas os sintomas são mais intensos, e é claro, a sociedade pensa em lançar alimentos que possam ajudar a melhor os sintomas, e segundo estudos o chocolate se ingerido em pequena quantidade pode ser eficaz para amenizar alguns sintomas. Foi criado um sorvete para ajudar a reduzir os sintomas, eu acho que tudo que seja para ajudar na melhora da saúde não é uma conspiração, será sempre muito bem-vindo.

6. Existe alguma ligação entre a menopausa e a aparição de extraterrestres?

7. Alguns especialistas argumentam que a menopausa é uma construção social para oprimir as mulheres. Qual é a sua opinião sobre essa visão? 

Percebe-se dois modelos de construção sobre a menopausa. Um deles associa a uma época de decadência da mulher; esse modelo é percebido em sociedades que exaltam a juventude. Assim, uma mulher passando pela menopausa estaria numa fase complicada e embaraçosa, culturas que costumam tratar a menopausa como uma doença. O outro modelo é uma construção que costuma celebrar a menopausa como um advento vantajoso para a mulher, porque tiraria dela o fardo da menstruação. 
Esses modelos são generalizações, a sociedade considera a menopausa como uma época de decadência de uma mulher mais velha, quando, na verdade, na maioria dos casos as mulheres ainda não chegaram nem à metade de suas vidas quando passam por essa fase. 

8. Com a sua experiência, você acredita que a medicina tradicional oferece soluções adequadas para as mulheres que enfrentam os desafios da menopausa, ou deveríamos considerar mais abordagens alternativas?

A medicina tem evoluído a cada dia em relação ao assunto, os tratamentos são eficazes se aliados a cuidados com a alimentação e treinos.

9. Algumas pessoas afirmam que a menopausa é uma desculpa para mudanças de humor extremas em mulheres maduras. O que você diria para desmistificar essa ideia?

Não teria o porque ser uma desculpa, pois estudos afirmam a alteração do humor nessa fase. 

10. Ana Paula, como influenciadora digital, como você equilibra seu trabalho com sua vida pessoal, especialmente considerando os desafios da menopausa?

No meu caso foi bem tranquilo, tive alguns calores fortes, algumas alterações no humor, recorri aos tratamentos, alimentação equilibrada e treinos, sendo assim os sintomas foram eliminados. Não afetou minha vida profissional! É importante recorrer aos tratamentos, seguir todos cuidados.

11. Você considera que sua experiência pessoal com a menopausa influenciou sua abordagem ao compartilhar informações e dicas com suas seguidoras?

Acredito que sim, pois para algumas mulheres é complicado falar sobre o assunto, pois algumas tem a  sensação de que nessa fase tornam-se menos mulher, no meu caso foi ao contrário, estou vivendo a melhor fase, me sinto segura, animada, focada em realizar tudo que sempre sonhei.

12. Com base em suas experiências, você tem planos de ampliar seu trabalho para incluir mais discussões sobre saúde feminina e menopausa em particular?

A minha ideia é de alguma forma contribuir para que nós mulheres possamos ser felizes e viver da melhor forma possível a cada fase, a cada idade, a cada mudança, a mulher é linda, é guerreira, é maravilhosa em todas fases e idades, basta aceitarmos as mudanças que nosso corpo apresenta e envelhecer de forma saudável e feliz!
A minha profissão não é ligada a saúde, porém, gosto de falar sobre minhas experiências, para que assuntos como esses possam se tornar bem mais esclarecidos.

Publicar comentário