×

Justiça Por Elas: Documentário Impactante Sobre Violência Contra a Mulher

Justiça Por Elas: Documentário Impactante Sobre Violência Contra a Mulher

No terceiro episódio de “Justiça Por Elas”, uma série documental do GNT produzida pela Café Royal, somos apresentados a relatos contundentes sobre a violência contra a mulher. Jéssica Paulo, Ex-Policial Militar, corajosamente compartilha suas experiências, revelando como o assédio sofrido no trabalho teve um impacto avassalador em sua vida. Enquanto isso, a trágica história de Rafaela Drumond, uma escrivã que tirou sua própria vida após denunciar assédio na delegacia onde trabalhava, lança luz sobre os desafios enfrentados pelas mulheres em ambientes profissionais.

Um Retrato Assustador da Realidade Brasileira

Os relatos de Jéssica e Rafaela refletem um cenário alarmante no Brasil. Dados de 2022 revelam que 46,7% das mulheres brasileiras com mais de 16 anos já sofreram algum tipo de assédio ou importunação sexual. Dessas, 18,6% foram vítimas de assédio no ambiente de trabalho, e alarmantemente, quase metade dos casos (49,1%) envolvem mulheres negras.

Luanda Pires, Advogada e Co-fundadora do Me Too Brasil, descreve os agressores como “predadores sexuais”, destacando a manipulação e constrangimento que muitas mulheres enfrentam diariamente.

A Epidemia de Estupros no Brasil

Os dados são igualmente perturbadores quando se trata de estupros. Em 2022, o Brasil registrou o maior número de casos de estupro na sua história, totalizando 74.930 ocorrências, representando um aumento de mais de 8% em relação ao ano anterior.

No episódio 4 de “Justiça Por Elas”, Franciane Andrade e Sara Perez compartilham suas experiências como vítimas de estupro, destacando a urgência de enfrentar essa forma repugnante de violência contra a mulher.

Gabriela Manssur e Especialistas: Vozeando a Mudança

Gabriela Manssur, advogada especializada no direito da mulher, assume o papel de apresentadora do programa, analisando os casos apresentados com dados e experiências. O programa também conta com a participação de especialistas, incluindo a antropóloga Jade Lôbo, a jurista Soraia Mendes, e a deputada federal Célia Xakriabá.

Juntas, essas vozes destacam a importância de políticas como a Lei do Minuto Seguinte, que garante atendimento imediato e gratuito às vítimas de violência sexual, e o protocolo “Não Se Cale”, que visa fornecer apoio e encaminhamento adequado às mulheres agredidas.

Um Chamado à Ação

Célia Xakriabá enfatiza a necessidade de compreender a raiz da violência contra a mulher, destacando os séculos de opressão enfrentados pelas mulheres indígenas e negras no Brasil.

“Justiça Por Elas” é transmitido todos os domingos, às 23 horas, no GNT, e os episódios estão disponíveis no Globoplay + Canais. Esta série não apenas lança luz sobre a realidade sombria da violência contra a mulher, mas também serve como um chamado à ação para a sociedade.

Publicar comentário