×

Exposição “Àwúre” retrata os orixás e a ancestralidade no Centro Cultural Correios RJ

Exposição “Àwúre” retrata os orixás e a ancestralidade no Centro Cultural Correios RJ

O artista plástico carioca Caio Truci apresenta a exposição “Àwúre”, que, em yorubá, significa o ato de pedirmos a benção, retratando os orixás de diversas maneiras e fazendo o espectador se conectar à sua ancestralidade.

A mostra tem curadoria de Carlos Bertão, produção da EntreArte Consultoria e design expográfico/iluminação de Alê Teixeira, e será aberta no dia 07 de março no Centro Cultural Correios RJ.

Nesta exposição, Truci apresenta obras de diversas dimensões em óleo sobre tela e óleo sobre papel. Para o artista, a ancestralidade é a semente que foi plantada pelos avós e que está sendo colhida pelos netos, sendo mais do que saber de onde vieram seus antepassados. É como redescobrir a identidade que foi deturpada durante anos de história e que nos fizeram construir uma visão perdida de quem nós somos.

“Àwúre” é o resgate de um tempo marcado por luta, opressão e fé de um povo escravizado, trazendo o que ficou de mais valioso dessa herança – a fé e a religiosidade, através de figuras importantes da formação dessa sociedade “pós-escravidão” e personalidades marcadas por dedicar a vida ao culto da fé e dos orixás.

O artista representa os próprios orixás de maneiras diversas. E no processo de criação mescla o passado e os orixás, já contemporâneos, no qual compõem um diálogo com o mundo em que vivemos. A partir de então, olhe para trás, peça licença e siga em frente, pois a arte que verá de agora em diante já viveu entre nós e viverá depois de nós.

Serviço

Exposição: ÀWÚRE
Artista: Caio Truci (@caiotruci)
Curadoria: Carlos Bertão (@cbertao)
Produção: EntreArte Consultoria (@entrearteconsultoria)
Design Expográfico e Iluminação: Alê Teixeira (@aleartale)
Abertura: 07 de março
Visitação: 08 de março a 24 de abril de 2024
Local: Centro Cultural Correios RJ – 3º andar – sala A (@correioscultural)
Rua Visconde de Itaboraí, 20 – Centro – RJ
Dias e horários: terça a sábado, das 12h às 19h
Assessoria de Imprensa: Paula Ramagem (@paulasoaresramagem)
Evento gratuito
Censura Livre.

Como chegar: metrô (descer na estação Uruguaiana, saída em direção à Rua da Alfândega); ônibus (saltar em pontos próximos da Rua Primeiro de Março, da Praça XV ou Candelária); barcas (Terminal Praça XV); VLT (saltar na Av. Rio Branco/Uruguaiana ou Praça XV); trem (saltar na estação Central e pegar VLT até a AV. Rio Branco/Uruguaiana).

Acessibilidade: adaptado para pessoas cadeirantes

A exposição tem como público-alvo empresários, profissionais liberais, colecionadores, professores, estudantes e público em geral.

Publicar comentário