×

Christiana Guinle volta ao palco com monólogo sobre gênero fluido

Christiana Guinle volta ao palco com monólogo sobre gênero fluido

A atriz Christiana Guinle, que se identifica como gênero fluido, volta ao cartaz com o monólogo “Gênero: Livre”, a partir de 17 de janeiro, no Teatro Glauce Rocha, no Centro do Rio de Janeiro.

O espetáculo, escrito por Pedro Henrique Lopes e dirigido por Ernesto Piccolo, aborda a fluidez de gênero e a liberdade de ser quem se é. A peça reúne biografias, reportagens, músicas e relatos pessoais da atriz e da equipe criativa para construir uma narrativa sobre gênero, que vai dos preconceitos arraigados no nosso dia a dia aos debates sobre liberdade em um mundo pós-gênero.

“Durante minha juventude, eu não tinha muitas referências de pessoas que se identificassem como fluidas. No máximo, tinham as pessoas andróginas. Eu tentava entender minha própria identidade. A descoberta da não-binaridade e a possibilidade de fluir entre os gêneros foram libertadoramente perturbadoras”, descreve Christiana Guinle.

A peça passeia não só pela trajetória de Christiana Guinle, mas resgata personagens importantes no debate da fluidez de gênero: Thomas Baty (1869-1954), umas das primeiras pessoas documentadas como “não-binárie”; a atriz Rogéria, com quem Christiana trabalhou e se tornou amiga; Kaká Di Polly, ícone drag dos anos 1980 e 90; a modelo trans Roberta Close; e muitas outras pessoas que contribuíram para a (des)construção social brasileira de gênero. Todos eles estão em cena através das falas e da vivência de Christiana Guinle.

“O teatro que debate assuntos sociais importantes me interessa muito, principalmente quando a gente está falando da liberdade, do livre-arbítrio, de ser quem a gente é de verdade”, observa o diretor Ernesto Piccolo. “Ainda temos muito que evoluir nessa questão, mas já vemos muito mais espaço para o debate de gênero hoje do que décadas atrás”, completa.

O espetáculo tem temporada de 17 de janeiro a 8 de fevereiro, com apresentações às quartas e quintas-feiras, às 19h, no Teatro Glauce Rocha. Os ingressos custam R$ 40 (inteira) e R$ 20 (meia-entrada).

Publicar comentário