×

Data de seletiva para coletânea de poemas é prorrogada

Data de seletiva para coletânea de poemas é prorrogada

O projeto da escritora Samara Buchweitz, que vai selecionar poemas de autores não publicados para uma coletânea que deve sair no próximo ano, teve sua data final ampliada para 30/04. O motivo é um só: mais gente pedindo para participar.

Aberta no dia 15 de março deste ano, a seletiva para o Projeto Coisas que Guardei pra Mim já recebeu mais de 200 autores participantes, que enviaram seus poemas para avaliação. A data final do envio de material era, inicialmente, 15 de abril, mas no últimos final de semana Samara recebeu tantas mensagens perguntando se ainda havia chance que decidiu ampliar a data.

“São muitas pessoas querendo participar e, como ainda não temos uma data de publicação, decidi dar mais um tempo para o envio. E também fizemos uma pequena mudança: quem não for publicado na coletânea terá seus poemas participantes da seletiva divulgados nas redes sociais do meu livro”, revela Samara.

A autora explica o motivo do lançamento do Projeto Coisas que Guardei pra Mim, que tem o mesmo nome do seu primeiro livro: “desde 2020, recebo mensagens de jovens leitores do Brasil inteiro, que se identificam com o que escrevo e que, muitas vezes, também tem o sonho de serem publicados”.

Para proporcionar essa possibilidade, a escritora lançou o Projeto e abriu a seletiva: “eu sabia que receberia alguns textos, pois o projeto nasceu dessa troca de informação com os leitores, mas me surpreendi com a quantidade de pessoas participando”, explica. A ampliação do prazo vai ajudar a mais pessoas terem a chance de serem publicadas.

Quem deseja participar ainda pode enviar seus textos até o dia 30 de abril. O material precisa ser autoral, inédito e enviado em formato word pelo e-mail projetoseletivacqgpm@gmail.com .  No assunto do e-mail deve constar o nome do autor do texto + seletiva. E, no corpo da mensagem, o @ do perfil nas redes sociais.

Quem é Samara Buchweitz

Samara Buchweitz é escritora desde que se conhece por gente. Cresceu entre livros e autores, na editora de seus pais, e descobriu na escrita a melhor forma de expressão. Aos 21 anos, se firmou na poesia e convenceu os pais a editar seu primeiro livro autoral: Coisas que Guardei pra Mim. Em breve, vem novidade por aí.

Onde ler

Coisas que Guardei pra Mim – link Amazon

Saiba mais em:

Samara Buchweitz | https://samarabuchweitz.com.br/ | @coisasqueguardeipramim

Publicar comentário