×

<strong>Galerias organizam “Arte-Circuito”, em dia dedicado às artes visuais no Jardim Europa </strong>

Galerias organizam “Arte-Circuito”, em dia dedicado às artes visuais no Jardim Europa 

Proposta de percorrer o circuito de algumas das principais galerias de São Paulo visa destacar a região como um importante polo cultural na cidade de São Paulo e democratizar o acesso às artes visuais contemporâneas. A primeira edição acontece no dia 24 de setembro e contará com três vans para fazer o circuito

Da esquerda para a direita: Luciana Brito, da Luciana Brito Galeria; Alexandre Roesler, da Galeria Nara Roesler; PauloKassab Jr., da Galeria Lume; Renato Magalhães Gouvêa Jr. e Guilherme Magalhães Gouvêa., da Arte57; Flávio Cohn, da DAN Galeria;Marília Razuk, da Galeria Marília Razuk, e Victoria Zuffo, da Galeria Lume

Foto: Iara Morselli.

Seis das mais relevantes galerias de arte do Brasil – Arte 57; DAN Galeria Contemporânea; Luciana Brito Galeria; Galeria Lume; Galeria Marilia Razuk e Galeria Nara Roesler – todas localizadas na região do Jardim Europa, em São Paulo, se unem para realizar o primeiro “Arte-Circuito”, programado para acontecer no sábado, dia 24 de setembro

A iniciativa traz uma programação especialmente criada para a data e as galerias estarão abertas em horário de funcionamento estendido, das 11h às 17h

Buscando proporcionar maior integração e diálogo entre as exposições idealizadas para cada espaço, os galeristas propõem um dia dedicado à apreciação e conhecimento das artes visuais na metrópole paulista. O foco é desenvolver e ampliar o acesso à arte contemporânea; ter mais pessoas visitando as galerias de arte, para que um público além do usual também frequente estes espaços. Será disponibilizado ao público serviço gratuito de vans por todo o circuito entre as seis galerias, ininterruptamente, além de mapas para orientar e facilitar o deslocamento.

“O objetivo do Arte-Circuito é incentivar e facilitar a visitação presencial às galerias, e destacar a região do Jardim Europa como um polo cultural importante.”, ressalta a galerista Marilia Razuk.

PROGRAMAÇÃO

Arte57

Luz Própria, de José Barbosa

24.09 – 21.10.2022

A exposição “Luz Própria” apresentará obras inéditas do artista pernambucano José Barbosa,  pintor, aquarelista, desenhista, ilustrador, escultor, gravador e entalhador. As obras reunidas explicitam a capacidade de Barbosa em unir diferentes referências, gêneros e temas, não se prendendo a uma única técnica. Seus trabalhos vão muito além do regionalismo pernambucano. Até por conta disso, o artista tornou-se mais reconhecido fora do Brasil, após realizar cerca de 20 exposições internacionais (Alemanha, Cuba, França, Espanha, Inglaterra, Portugal, Suécia, EUA), no período em que morou em outros países, entre 1972 e 1998.

DAN Galeria Contemporânea

As mais altas torres começam no solo, exposição coletiva (todos os artistas da galeria)

Curadoria: Fernando Mota

24.09 – 23.12.2022

A exposição “As mais altas torres começam no solo” baseia-se em um antigo provérbio chinês que valoriza o esforço, a paciência, a resiliência e a perseverança entre outras virtudes. Na mostra é possível ver, através de sinais, analogias e apropriações, um conjunto de obras que desenha um cenário simbólico de construção e evolução gradativa, enquanto explora em diferentes linguagens artísticas o desenvolvimento do pensamento humano. Dividida em dois tomos, cada qual com uma parte fundamental para a sustentação de uma torre – o alicerce e o eixo – como ponto de partida, a exposição se edifica simultaneamente em dois espaços físicos. 

Tomo II – Eixo: A nova sede da galeria é o palco central da exposição, onde o encontro do moderno com o contemporâneo se solidifica, o motor que liga ao passado e irá conduzir para o futuro. O eixo é o equivalente vertical ao alicerce, consiste em um suporte contínuo no centro da extensão da torre; apesar de invisível, é indispensável para o alinhamento e determinante para o progresso bem sucedido e a finalização da construção. Este tomo é a consagração de longas pesquisas, um laboratório de experimentos e um celeiro de novas ideias para a posteridade. O local de visão completa do horizonte — revisitar o ontem e projetar o amanhã.

Obs: O Tomo I da exposição estará em exibição na DAN Galeria (unidade I, localizada na Rua Estados Unidos 1638, fora do ARTE-CIRCUITO).

Galeria Lume

DRAMA DREAM, de Bruno Vilela

Texto curatorial: Ticiana Porto 

24.09 – 05.11.2022

A mostra “Drama Dream” traz uma série de trabalhos que transitam na fronteira  tríplice entre arte, psicanálise e espiritualidade. Uma mitologia pessoal feita a partir de uma espécie de “estado de sonho”, universo de estudo da psicanálise. A exposição tem como origem uma vontade antiga do artista de fotografar as cenas que surgiam em seu inconsciente durante o sono. Os psicanalistas Freud e Jung foram a fundo no universo dos sonhos, e é de lá que veio a possibilidade de analisar o inconsciente humano através da interpretação dos enredos e imagens que lembramos ao acordar.

São seis pinturas a óleo em grandes formatos, um desenho, três fotografias e uma cortina de veludo pintada. As obras têm uma narrativa própria, mas o conjunto conta uma história não linear de realismo mágico, onde o espaço expositivo da galeria é um grande livro.

Galeria Marilia Razuk

O sertão vai virar mar,de Bruno Faria

24.09 – 27.10.2022

A exposição apresenta um conjunto de trabalhos inéditos do artista, que, na apropriação de objetos, imagens e áudios, propõe uma revisão crítica e bem-humorada de traços do nacionalismo brasileiro desde o século XIX. A mostra constitui-se de instalações, desenhos e vídeo que reúnem, editam e interpretam símbolos patrióticos e elementos de uma cultura média e urbana do país. 

No dia do ARTE-CIRCUITO, 24 de setembro, os visitantes poderão fazer visitas guiadas mediadas por Bruno Faria. 

Galeria Nara Roesler (três exposições em cartaz)

1. Verônica, de Daniel Senise

Curadoria: Luis Pérez-Oramas

20.08 – 01.10.2022

“Verônica”éa terceira mostra individual de Daniel Senise na galeria Nara Roesler. Com curadoria de Luis Pérez-Oramas, a exposição apresenta os mais recentes desdobramentos da série Museus e galerias, além de um conjunto de trabalhos inéditos que refletem sobre as relações entre espaço, tempo, imagem e memória. A relíquia cristã onde se acredita estar registrada a verdadeira face de Cristo, conhecida como Manto de Verônica, teria sido o tecido usado por Verônica para enxugar a face de Jesus a caminho da crucificação, ficando marcado com os relevos de sua face. Este objeto serviu de inspiração para diversos pintores ao longo da história da arte. Representações de artistas como El Greco e Zurbarán, servem de mote para a série “Verônica” (2022), de Daniel Senise. O artista se apropria dessas composições, recriando-as, mas sem incluir o rosto de Cristo, de modo que o foco seja no suporte que dá sustentação para aquela imagem.

No dia 24 de setembro, em razão do evento, o artista Daniel Senise fará uma visita guiada às 16h, aberta ao público.

2. Campos de energia: Fluxos fractais, mostra coletiva 

Organizada pelo Núcleo Curatorial Nara Roesler e por Luis Pérez-Oramas

20.08 – 01.10.2022

A mostra “Campos de energia: Fluxos fractais”apresenta uma seleção de diferentes práticas do campo do abstrato-geométrico, desde a geometria orgânica de Tomie Ohtake, até a pragmática algébrica e serial de José Patrício, passando por trabalhos de Abraham PalatnikHeinz MackJulio Le ParcLucia KochRaul MourãoMarco Maggi e Philippe Decrauzat, os quais desdobram suas ressonâncias na forma de energias visuais. Em meados do século XX, diversos artistas atuando na América Latina e na Europa criaram proposições que tinham como foco a experiência do olhar. Influenciados pelas tendências das vanguardas abstrato-geométricas do início do século, em especial aquelas do Construtivismo russo e da Bauhaus, e guiando-se por princípios da óptica, os artistas organizam composições em que a racionalidade científica é aplicada na construção de efeitos visuais expressivos, fazendo-nos perceber como móvel aquilo que é estático, revelando-nos que a instabilidade da imagem observada, sua vibração no nosso olhar, corresponde à instabilidade do significado da obra como algo estabelecido de antemão pela intencionalidade do artista.  

3. Pequenos Formatos, de Angelo Venosa

24.09 – 29.10.2022

A Nara Roesler apresenta, em primeira mão, esculturas em pequenos formatos do brasileiro Angelo Venosa. “Os múltiplos”, confeccionados em bronze, fazem parte de uma série inédita desenvolvida em 2022 pelo artista e estarão em exibição no andar superior da galeria.

Luciana Brito Galeria

Fauna, Flora e Primavera,de Analivia Cordeiro, Bianca Turner e Selva de Carvalho

Curadoria: Fernando Mota

24.09 – 22.10.2022

Com curadoria de Fernando Mota, a exposição “Fauna, Flora e Primavera” reúne obras das artistas Analivia Cordeiro, Bianca Turner e Selva de Carvalho para tratar das relações entre corpo, movimento e natureza, temas comuns às artistas. A mostra, cujo título faz uma referência alegórica às três fadas boas do conto “A Bela Adormecida”, é um convite à experiência multissensorial, valendo-se de obras inéditas e históricas, como instalações, vídeos e fotografias, inclusive com a participação especial do fotógrafo brasileiro Bob Wolfenson e o músico sul-africano Neo Muyanga.

Serviço

ARTE-CIRCUITO

Sábado, 24 de setembro, das 11h às 17h em todas as galerias participantes.

Mapa para deslocamento entre as galerias

Arte57

https://www.arte57.com.br/

“Luz Própria”: De 24/09 a 21/10.

Av. Nove de Julho, 5144 – Itaim Bibi, São Paulo. De segunda a sexta, das 10h às 18h; sábado, fechada. Excepcionalmente no dia 24/09 (sábado), das 11h às 17h.

DAN Galeria Contemporânea

www.dangaleria.com.br

“As mais altas torres começam no solo”: De 24/09 a 23/12.

Rua Amauri, 73 – Jd. Europa, São Paulo. Segunda a sexta, das 10h às 18h; sábado, das 10h às 13h. Excepcionalmente no dia 24/09 (sábado), das 11h às 17h.

Galeria Lume

“DRAMA DREAM”: De 24/09 a 05/11.

Rua Gumercindo Saraiva, 54 – Jd. Europa, São Paulo. Segunda a sexta, das 10h às 19h; sábado, das 11h às 15h. Excepcionalmente no dia 24/09 (sábado), das 11h às 17h.

Galeria Marilia Razuk

https://www.galeriamariliarazuk.com.br/

“O sertão vai virar mar”: De 24/09 a 27/10.

Publicar comentário