×

VIRADÃO GASTRONÔMICO e ROTA GASTRO CERVEJEIRA integram a programação da VIRADA CULTURAL DE BELO HORIZONTE

VIRADÃO GASTRONÔMICO e ROTA GASTRO CERVEJEIRA integram a programação da VIRADA CULTURAL DE BELO HORIZONTE

São 26 Estabelecimentos com cardápio exclusivo, desde lanches rápidos a pratos mais elaborados

O acompanhamento fica por conta de Cervejas Especiais, ação do projeto Zona Cultural Praça da Estação, que mapeou os bares

Gastronomia também é cultura. E a Virada Cultural de Belo Horizonte, Cidade Criativa da Gastronomia, título instituído pela Unesco, não poderia deixar de contemplar este setor. Além das cerca de 300 atrações culturais a programação conta também com o Viradão Gastronômico e a Rota Gastro Cervejeira. Juntos, eles totalizam mais de 30 estabelecimentos no centro da capital mineira que oferecem desde lanches rápidos a pratos mais elaborados e um circuito de cervejas especiais. O mapeamento integra o conceito da edição: possibilitar à população a redescoberta e a ocupação do Centro da cidade, fortalecendo a ideia de um território compartilhado. 

A Virada Cultural é realizada pela Prefeitura de Belo Horizonte, em parceria com o Instituto Periférico. Com o tema “É Virada & Misturada, a gente junto é mais feliz”, o Festival acontece das 19h do dia 3, às 19h do dia 4 de setembro. Em sua 7ª edição, esta é uma iniciativa da Secretaria Municipal de Cultura e da Fundação Municipal de Cultura. A Virada 2022 conta ainda com apoio cultural do Sesc Minas e da Câmara dos Dirigentes Lojistas de Belo Horizonte – CDL-BH. 

Para Eliane Parreiras, Secretária Municipal de Cultura, o Viradão Gastronômico e a Rota Gastro Cervejeira são importantes ações de resgate e valorização territorial. “Estamos muito felizes com essas duas ações, que representam um verdadeiro reconhecimento e valorização da cultura gastronômica de Belo Horizonte. São espaços tradicionais, presentes no dia a dia da cidade que compõem a identidade cultural de BH. Esta é uma oportunidade de fomentar os negócios e contribuir para a cultura da nossa cidade, que tem a comida como forte pilar”, destaca Eliane Parreiras.

A presidente da Fundação Municipal de Cultura, Luciana Féres, celebra a união da programação artística com a cultura gastronômica. “Belo Horizonte é uma cidade muito privilegiada. Somos um verdadeiro pólo criativo reconhecido pela Unesco e a Virada Cultural vem nos confirmar isso. Acreditamos que durante as 24 horas da Virada, não faltarão atividades para a grande diversidade de público fruir, desfrutar e degustar. É um momento importante para a redescoberta e apropriação do Centro da Cidade”, ressalta Luciana Féres.

Para Gilberto Castro, presidente da Belotur, a gastronomia é um produto de fundamental importância para o desenvolvimento econômico e turístico da cidade. “A gastronomia é um dos principais ativos de Belo Horizonte. Nos últimos anos, o segmento e suas vertentes se tornaram uma aposta estratégica da Prefeitura de Belo Horizonte, tanto no posicionamento e promoção, quanto no desenvolvimento de políticas públicas do município, que culminou com o reconhecimento pela Unesco de Belo Horizonte como Cidade Criativa da Gastronomia”, comenta.  

De acordo com dados da Organização Mundial do Turismo (OMT), no ranking das motivações que fazem os turistas viajarem para o mundo, a gastronomia encontra-se em terceiro lugar. De acordo com o Ministério do Turismo, esse segmento é o melhor avaliado por turistas estrangeiros no Brasil. “Promover nossa gastronomia é impulsionar Belo Horizonte ao mundo com todos os seus atrativos e atributos”, conclui Gilberto Castro.

Viradão Gastronômico

Com curadoria da jornalista Lorena Martins, o Viradão Gastronômico conta com 26 bares, lanchonetes, barraquinhas e padarias, distribuídos no perímetro da Virada, entre a Praça Sete, o Parque Municipal, o Viaduto Santa Tereza e a Praça da Estação. “Criamos um recorte de sugestões gastronômicas que abraçam restrições e escolhas alimentares, que agradem a diversidade dos paladares, assim como são as atrações da Virada Cultural. A pluralidade também está presente nas escolhas das receitas e tipos de pratos, com sugestões de café da manhã, lanche rápido, petiscos para dividir ou comer sozinho, de mobilidade, refeições e opções para sustentar o pique da Virada”, descreve a curadora.

No concorrido mirante da Rua Sapucaí, bares como “Salumeria”, “Xangô”, “Dorsé” e “Mi Corazón” têm croquetes de porco, galinhada, mix de raízes, hambúrguer e arroz caldoso, respectivamente. A “Pizzaria Panorama”, na mesma rua, homenageia a Rua Guaicurus, um dos circuitos da Virada, com pizza vegetariana de muçarela, gorgonzola, amêndoas e cogumelos. 

Nos arredores, na avenida Assis Chateaubriand, o novo “Florestal”, da chef Bruna Martins, oferece petiscos para levar, curtindo a programação cultural: azeitonas à milanesa recheadas com queijos mineiros, servidas em saquinho de pipoca. Com essa mesma ideia, e ali pertinho, o “Vento Leste” apresenta a ‘pipoquinha’ de quiabo. Atravessando o Viaduto, o endereço é o “Sula”, na Avenida Afonso Pena, onde é possível experimentar a lasanha de funghi e o ‘franguin’. Os vegetarianos e veganos têm, ainda, opções como moqueca de banana e legumes na chapa.

Os pratos tradicionais do Centro da cidade também fazem parte do Viradão, como o PF de frango à milanesa com tropeiro, do bar “Mineirinho 1”, na rua Espírito Santo; ou a pancetta à pururuca do “Stop Bar”, na Avenida Amazonas. Batata-frita, empadas, macarrão na chapa, espetinhos, sanduíches, pão de queijo recheado e pastéis complementam o Viradão. 

Para quem virar a madrugada, a “Padaria Castro”, que fica na Rua da Bahia, nº 432, tem misto americano com presunto, muçarela e ovo, além da famosa broa de fubá com queijo e coco. Já de manhã, o público pode contar com as barracas da Feira Hippie, reduto de clássicos como o acarajé da Dodô ou o cachorro-quente da Tia Ilza – com ou sem uva-passa.

Lorena Martins lembra que esse Circuito valoriza a inclusão, a economia local e a sustentabilidade social e o protagonismo feminino. “Eu já conhecia boa parte dos Estabelecimentos, mas foi muito prazeroso me aventurar pela região, ver novos lugares, pratos e pessoas e, ainda, redescobrir os clássicos de botecos belo-horizontinos”, conclui.

Rota Gastro Cervejeira

Para acompanhar os pratos, a Rota Gastro Cervejeira, ação do Projeto Zona Cultural Praça da Estação (ZCPE), mapeou bares que servem diferentes estilos de cerveja.   

O percurso será realizado pelo coletivo “BH Fixed”, que mobiliza circuitos de bicicleta pela cidade. Nesta parceria com a Virada Cultural 2022, a Rota Gastro Cervejeira sai no domingo (4), às 8h, da Praça da Estação e formará um trajeto por bares e restaurantes presentes na ZCPE, interagindo com estabelecimentos participantes do Viradão Gastronômico, em contribuição para o fortalecimento do comércio da região e para a agenda gastronômica local. 

Saindo da Praça da Estação, a rota inclui os bares e restaurantes: Sula Comida e Cultura, Mineirinho I, Mineirinho II, Tim Bilhares, Edifício Arcangelo Maletta e Two Black Beer Cultural.

SERVIÇO

Roteiro Viradão Gastronômico

Butiquim 69
Batata frita no cone com queijo e bacon – R$ 18
B1 – Av. Amazonas, 69
B2 – Rua Caetés, 245
B3 – Rua da Bahia, 294
B4 – Rua Paraíba, 1332

Bit’s Lanches
Macarrão na chapa – R$ 12 (pequeno) e R$ 16 (grande)
Rua Espírito Santo, 361

Mineirinho I
PF – Peito de frango à milanesa com tropeiro – R$ 18
Rua Espírito Santo, 310
Stop Bar
Pancetta à pururuca com geleia de abacaxi picante – R$ 44,90
Av. Amazonas, 139

Espetolândia
Combo espetinho com batata-frita – R$ 15
Av. Amazonas, 77

Espeto do Wandinho
Espetinho de camarão com vinagrete, farofa e molho de alho – R$ 10
Pão de alho-poró com queijo suíço – R$ 7,50
Rua da Bahia, 478

Bar da Rose
Moqueca de banana – R$ 18
Legumes na chapa – R$ 20
Rua dos Tamoios, 15

Despacho BH
Refrigerante municipal de kiwi e hortelã – R$ 18
Bahia gin (cupuaçu e gin) – R$ 25
Rua dos Tamoios, 19

Two Black Beer
Pastel frito na hora: carne, queijo e pernil – R$ 3,50 (unidade)
O viaduto nunca mais foi o mesmo: Session Hazy IPA com adição de goiaba – R$ 13
Av. Assis Chateaubriand, 1.002 

Tropeiro da Márcia
Tropeiro – opções: arroz, couve, torresmo, linguiça e/ou pernil – R$ 18
Av. Álvares Cabral (Feira Hippie)

Acarajé da Dodô
Acarajé – R$ 18
Av. Álvares Cabral (Feira Hippie)

Cachorro-quente Tia Ilza
Cachorro-quente (purê de batata, muçarela, vinagrete, milho, cenoura ralada, uva passa, batata palha, salsicha e pão) – R$ 10
Av. Álvares Cabral (Feira Hippie)

Barraca da Rosa
Bolinho de mandioca (frango com catupiry, carne e bacalhau) – R$ 8
Empada: frango, frango com catupiry, palmito, frango com palmito, alho-poró, frango com alho-poró – R$ 6
Av. Espírito Santo (Feira Hippie)

Padaria Castro
Misto Americano: presunto, muçarela, ovo – R$ 9
Broa de fubá com queijo e coco – R$ 5
Rua da Bahia, 432

Tiers Lanches
Pão de queijo recheado (frango, calabresa, presunto ou bacon) – R$ 3,50
Tortinha de frango com catupiry – R$ 8
Rua da Bahia, 840

Sula
Lasanha de funghi – R$ 20
Franguim (frango frito com batata frita) – R$ 20
Av. Afonso pena, 955 – lj 246

Zona
Esquerda Festiva (frozen daiquiri de morangos, frutas vermelhas, limão, hortelã e rum) – R$ 15
Pink Money (pink lemonade de três limões (taiti, siciliano e capeta), morango, frutas vermelhas e ginger ale – R$ 15
Rua Aarão Reis, 554

Dorsé
Galinhada Dorsé – R$ 20
Arroz caldoso da horta – R$ 20
Rua Sapucaí, 271

Vento Leste
Pipoquinha de quiabo – R$ 22
Crepe Italiano: tomates assados com alho, mel vegano, azeite e especiarias, manjericão e queijo – R$ 29
Rua Urucuia, 36

Xangô
Barriga do Cazuza: torresmo de barriga crocante e suculento – R$ 29
Mix de Raízes (batata-ágata, batata-doce e batata-doce roxa laminadas no estilo chips e mandioca em cubos com páprica) – R$ 22
Rua Sapucaí, 281

Salumeria
Croquete de porco (6 unidades) – R$ 23
Rua Sapucaí, 527

Mi Corazón
Penelope Hot Fish (iscas de tilápia apimentada, empanada com panko e creme de limão), serve duas pessoas – R$ 35
Rua Sapucaí, 511

Florestal
Azeitonas à milanesa recheadas com queijos minas (porção para levar) – R$ 30
Av. Assis Chateaubriand, 176

Panorama Pizzaria
Pizza Guaicurus brotinho (muçarela, gorgonzola, amêndoas laminadas e cogumelos) – R$ 28
Rua Sapucaí, 533

Botequim Sapucaí
Croquetão de abóbora com gorgonzola – R$ 9
Rua Sapucaí, 523

Burger’s Club
Sanduíche Bob: pão, hambúrguer (100g), queijo da casa, bacon e cebola crispy – R$ 21
R. Sapucaí, 28

Rota Gastro Cervejeira ZCPE

A partir de domingo (4), às 8h, na Praça da Estação.

Edifício Arcângelo Maletta

R. da Bahia, 1.148 

Sula Comida e Cultura

Av. Afonso Pena, 981

Mineirinho 1

R. Espírito Santo, 310 

Tim Bilhares

Rua dos Carijós, 109

Mineirinho 2

Rua dos Caetés, 240 

Two Black Beer Cultural 

Av. Assis Chateaubriand, 1.002

MAIS INFORMAÇÕES:

Virada Cultural de Belo Horizonte 2022

De 3 de setembro, às 19h, até 4 de setembro, às 19h.

Participação gratuita.

https://www.instagram.com/viradaculturalbh/

http://portalbelohorizonte.com.br/virada

Publicar comentário