×

Juliette congelará óvulos: entenda o procedimento

Juliette congelará óvulos: entenda o procedimento

A ex-BBB e cantora Juliette anunciou recentemente que está no início do processo de congelamento de seus óvulos. Aos 34 anos, ela planeja engravidar no futuro e busca ter a liberdade de escolher o momento ideal para realizar esse sonho. O congelamento de óvulos é um procedimento cada vez mais comum entre as mulheres que desejam adiar a maternidade e garantir a preservação da fertilidade.

O procedimento de congelamento de óvulos consiste em captar os óvulos da mulher e armazená-los em uma temperatura extremamente baixa, de cerca de -196ºC. O Dr. Edson Borges Jr., Diretor Médico do FERTGROUP e especialista em Reprodução Assistida, explica que o processo envolve a indução da ovulação por meio de medicamentos para estimular o desenvolvimento e amadurecimento dos óvulos. Em seguida, os óvulos são coletados enquanto a paciente está sedada, e é feita a seleção dos óvulos saudáveis para o congelamento. O nitrogênio líquido é utilizado para manter os óvulos em condições ideais para uma futura gravidez.

É importante ressaltar que a reserva de óvulos de uma mulher diminui ao longo da vida, tanto em quantidade quanto em qualidade. Por isso, o congelamento de óvulos é recomendado idealmente até os 35 anos, embora possa ser realizado em idades mais avançadas. O Dr. Edson Borges Jr. destaca que cerca de 10% das mulheres com 35 anos já perderam a capacidade de engravidar, ressaltando a importância de buscar o procedimento mais cedo.

O adiamento da maternidade tem se tornado uma tendência no Brasil, de acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Nos últimos 10 anos, houve um aumento de 63% na taxa de nascimentos entre mulheres de 35 a 39 anos, enquanto a taxa de nascimentos entre mães com até 19 anos caiu 23% no mesmo período. As mulheres têm buscado realizar seus projetos de vida antes de ter filhos, e o congelamento de óvulos surge como uma opção para garantir a fertilidade mesmo em idades mais avançadas.

Além do aspecto médico, o planejamento financeiro também é um fator importante a ser considerado na decisão de ter filhos. A medicina reprodutiva oferece opções que permitem tomar decisões mais assertivas quanto ao desejo de ter filhos no futuro, proporcionando maior segurança em caso de imprevistos.

É válido ressaltar que não há uma idade exata para utilizar os óvulos congelados, desde que a paciente esteja em boas condições de saúde. No entanto, o Conselho Federal de Medicina (CFM) recomenda o uso dos óvulos antes dos 50 anos, visando a segurança da saúde da paciente e do bebê.

O FERTGROUP, maior e mais inovador grupo especializado em reprodução humana do Brasil, oferece serviços de excelência técnica e atendimento humanizado em suas clínicas. Com presença em várias regiões do país, o grupo investe na democratização do acesso à saúde reprodutiva e na geração de informações para a sociedade, médicos e empresas.

Publicar comentário