×

Rapidinhas Culturais (03 de novembro de 2023)

Rapidinhas Culturais (03 de novembro de 2023)

Exposição de capacetes da F1 no Renaissance São Paulo

O Renaissance São Paulo Hotel recebe, de 27 de outubro a 7 de novembro, uma exposição com alguns dos capacetes mais icônicos da Fórmula 1. As obras são de autoria do artista Sid Mosca, falecido em 2011.

A exposição apresenta capacetes usados por grandes pilotos brasileiros, como Nelson Piquet, Emerson Fittipaldi, Rubens Barrichello e Ayrton Senna. O capacete de Senna, com as cores da bandeira brasileira em um padrão listrado, é um dos destaques da exposição.

A mostra é aberta ao público geral e pode ser visitada durante todo o dia. Além disso, as peças expostas podem ser adquiridas pelo site oficial do Sid Mosca.

Oficina de cerâmica gratuita em Miguel Burnier, distrito de Ouro Preto, oferece aulas, palestras e exposições

Entre 7 de novembro e 14 de dezembro, acontece a 1ª edição da Oficina da Cerâmica Santana em Miguel Burnier, distrito de Ouro Preto/MG. O curso é gratuito e aberto a pessoas de todas as idades e níveis de experiência.

As aulas serão ministradas pelos ceramistas e artistas plásticos Alex Santana e Maicon Souza, da Cerâmica Santana, que produz peças para renomados restaurantes Brasil afora.

A oficina será realizada sempre às terças e quintas-feiras, das 18h às 22h, com o objetivo de capacitar os alunos com técnicas de criação de cerâmicas. Além das aulas, a programação ainda conta com duas palestras, a serem realizadas por profissionais do mercado visando o aprimoramento profissional dos alunos, e quatro mostras de processo, momento em que os participantes poderão expor e comercializar os produtos desenvolvidos na oficina.

O projeto tem como objetivo incentivar a produção artesanal e a geração de trabalho e renda nas vilas e favelas.

As inscrições para participar estão abertas e podem ser realizadas presencialmente no Centro de Convivência Nossa Casa até 6 de novembro. As vagas são limitadas.

Matheus Fernandes volta de lua de mel romântica na Ásia

O cantor Matheus Fernandes retornou ao Brasil nesta quinta-feira (02) após uma semana de lua de mel com sua esposa, a influenciadora Tamiris Dias. O casal viajou para Singapura e Bali, na Indonésia, e compartilhou registros da viagem nas redes sociais.

Em fotos divulgadas pela assessoria de imprensa, o cantor aparece ao lado da esposa em cenários paradisíacos, como praias, florestas e templos. “A viagem foi incrível, o povo balinês é de uma gentileza sem igual, as belezas naturais são lindas”, escreveu Matheus.

Após 12 anos de namoro, o cantor e a influenciadora se casaram em agosto deste ano, em Fortaleza, no Ceará. O casal está a todo vapor com os novos projetos de carreira. Recentemente, lançaram a faixa “Tchau Pros Esquemas”, em parceria com Michel Teló.

Nesta sexta-feira (03), Matheus Fernandes volta para sua terra natal para gravar seu novo CD promocional. O álbum contará com participações especiais de Menos É Mais e Diego Facó.

Sophia Ardessore e Mari Merenda: o viral que levou a um feat com Sofi Tukker

Duas jovens cantoras e compositoras paulistas, Sophia Ardessore e Mari Merenda, viralizaram nas redes sociais com uma versão da canção “Rodopiado”, do compositor paraense Ronaldo Silva. A gravação, que contou com apenas duas vozes e um asalato, instrumento africano de percussão, foi vista por mais de 9,4 milhões de pessoas no TikTok e 6 milhões no Instagram.

O sucesso do vídeo chamou a atenção do duo americano de dance music Sofi Tukker, que decidiu fazer uma versão sampleada da canção. A faixa será lançada nas plataformas digitais como single em 10 de novembro.

Sophia Ardessore, de 21 anos, começou seus estudos musicais aos 7 anos de idade. Já atuou profissionalmente desde os 16 anos e já cantou ao lado de grandes nomes da música atual. Mari Merenda, de 25 anos, começou a estudar música aos 4 anos e viralizou nas redes sociais aos 24.

Sophia e Mari farão uma participação especial no show do Sofi Tukker no GPWeek, no Allianz Parque, em São Paulo, no dia 5 de novembro.

O futuro das duas cantoras parece promissor. Com talento e carisma, elas estão conquistando o público brasileiro e internacional.

Vicka e Ren Kai unem Brasil e Equador em nova música

A cantora brasileira Vicka e o cantor equatoriano Ren Kai lançaram a música “Somos Uno”, uma parceria que une as duas culturas musicais. A canção, que fecha o álbum “Amor Infinito” de Ren Kai, é uma balada romântica que fala sobre a união de duas pessoas.

“Foi muito legal receber esse convite”, disse Vicka. “O álbum do Ren Kai faz uma fusão de idiomas, eu canto em português, o que é muito legal. É mais uma forma de a gente levar a cultura e a história de nós, brasileiros, para o mundo.”

Ren Kai também falou sobre a importância da parceria. “É um prazer trabalhar com Vicka”, disse o cantor. “Ela é uma artista talentosa e sua voz é perfeita para essa música.”

“Somos Uno” já está disponível em todas as plataformas digitais.

Maria Maya se diverte em Baixio, novo destino turístico da Bahia

A atriz Maria Maya foi convidada a conhecer Baixio, um charmoso vilarejo na Costa dos Coqueiros, na Bahia. Ela aproveitou a visita para descansar, curtir as praias e lagoas calmas da região e, claro, praticar capoeira com os baianos locais.

Baixio é um destino ainda pouco explorado, mas que promete ser o próximo queridinho dos brasileiros. O local oferece conforto, elegância e exclusividade aos visitantes, além de uma linda natureza preservada.

O Réveillon dos Quereres, que acontecerá em Baixio em 2024, é uma das atrações que prometem impulsionar o turismo na região. O evento contará com shows de Gilsons, Marina Sena, Diogo Nogueira e Mochakk, além de DJs e outras atrações.

Além de Maria Maya, outros famosos visitaram Baixio recentemente, como sua irmã Manu Maya, John Drops, Felipe Roque e João Zoli. Eles foram convidados pelos organizadores do Réveillon dos Quereres para conhecer o destino e participar de ações sociais.

O Instituto Voar, da Prima Empreendimentos, é um projeto social que oferece aulas de capoeira e outras atividades para crianças e adolescentes de Baixio. As celebridades que visitaram o vilarejo participaram de atividades do projeto e conheceram de perto o trabalho desenvolvido.

Rádio Cultura FM homenageia Joni Mitchell em programa especial

A Rádio Cultura FM exibe na madrugada de segunda (6) para terça-feira (7/11), à meia-noite, uma edição especial do programa Cultura Jazz dedicada ao aniversário da cantora, compositora, multi-instrumentista e pintora canadense Joni Mitchell.

A artista, que completa 80 anos no dia da apresentação do especial, é um dos maiores nomes do folk no mundo. Porém, sempre trouxe em seu trabalho elementos jazzísticos. Prova disso é sua longa parceria com o saxofonista Wayne Shorter, que participou de 10 álbuns da cantora.

Para celebrar seu legado e sua trajetória, o Cultura Jazz reuniu vários representantes do gênero em versões para clássicos de sua autoria. Entre eles, Dianne Reeves, Diana Krall, Cassandra Wilson e Karryn Allison.

O destaque, no entanto, fica para a própria Joni Mitchell e seu trabalho histórico feito em parceria com o contrabaixista Charles Mingus. Além disso, também será apresentada a homenagem de Herbie Hancock que, em 2007, lançou o álbum River, The Joni Letters, totalmente dedicado à artista e premiado com o Grammy de melhor disco do ano.

O programa pode ser acompanhado pela frequência 103,3 MHz, assim como pelo site da Cultura e pelo app Cultura Play.

The Troops of Doom lança vídeo para cover de “The Usurper”, do Celtic Frost

O grupo brasileiro de black/thrash metal The Troops of Doom lançou um vídeo para o cover da música “The Usurper”, do Celtic Frost. A faixa foi incluída como bônus exclusivo na versão importada do álbum de estreia do The Troops of Doom, “Antichrist Reborn”.

“O Celtic Frost é uma das minhas bandas de metal favoritas e som deles é, definitivamente, uma grande inspiração na música do The Troops of Doom”, afirma o guitarrista Jairo Guedz. “Então, esse vídeo é a nossa homenagem a essa banda incrível, que é um dos maiores pilares do death metal de todos os tempos”.

O vídeo foi dirigido por Rodrigo Gomes e gravado em São Paulo, no Brasil. A banda aparece tocando a música em um estúdio, com imagens de arquivo do Celtic Frost.

O álbum “Antichrist Reborn” foi lançado em 2022 pela gravadora de Fernando Ribeiro (Moonspell), a Alma Mater Records. No Brasil, o material tem lançamento da Voice Music e Rock Brigade Records.

Banda MAHI lança nova música autoral em parceria com Milton Guedes

A banda MAHI, formada pelo casal de vocalistas Léo Jack e Rafaella Guarany, lançou sua nova música inédita, “Tão Bem”. A faixa conta com uma participação especial do renomado músico Milton Guedes.

A canção, composta por Léo Jack e inspirada nos poemas escritos por sua esposa, Rafaella, traz uma combinação de letras poéticas com arranjos musicais marcantes. Com uma pegada Reggae POP, a música promete envolver os ouvintes em uma experiência sonora única.

“Gravar com novos artistas é sempre um prazer, ainda mais este casal talentoso da MAHI”, diz Milton Guedes. “Música boa e leve é sempre mais fácil de gravar, e o arranjo de assovio e gaita vai grudar nos ouvidos. Toda sorte e sucesso para a MAHI”, completa o músico.

Para acompanhar o lançamento, a banda MAHI preparou um videoclipe emocionante que estará disponível no canal oficial do grupo no YouTube, alguns dias após o lançamento nas plataformas.

A banda MAHI tem se destacado não só pela qualidade musical, mas também pelo engajamento em uma causa muito importante que é a valorização da família, o romantismo e o relacionamento entre duas pessoas que se amam. Formada por Léo Jack, Rafaella Guarany e Wellington Graziane, a banda acredita que a música é uma poderosa ferramenta para transmitir mensagens positivas e promover mudanças positivas na sociedade.

Documentário do Curta! revela como o nazismo usou a guerra para fomentar a economia

Documentário inédito “Dinheiro Sujo: Por Dentro da Economia Nazista” estreia no Curta! em 10 de novembro.

A Alemanha nazista, sob a liderança de Adolf Hitler, forjou uma guerra essencial para sua ideologia, apesar da crise econômica que enfrentava. Utilizando-se de manobras financeiras, o governo alemão estimulou a economia ao fabricar grandes quantidades de armamentos e alcançou o que foi chamado de “milagre econômico” no período de 1935-1936.

O documentário “Dinheiro Sujo: Por Dentro da Economia Nazista”, que estreia no Curta! em duas partes, explora os detalhes dos acontecimentos que moldaram a economia da Alemanha nazista.

A primeira parte do documentário mostra que, em 1934, as famílias alemãs enfrentavam dificuldades financeiras com cortes nos salários e gastavam muito para comprar alimentos, bebidas e tabaco. Mesmo assim, a classe trabalhadora estava otimista com as promessas do regime nazista de revitalizar a economia, criar empregos e restaurar a prosperidade.

Ainda que as condições econômicas de alguns tenham melhorado, o documentário explica que o progresso estava vinculado aos esforços de rearmamento e de expansão industrial que desempenharam um papel importante nos eventos que levaram à Segunda Guerra Mundial.

Um dos trechos do episódio aborda a capacidade do regime nazista em unir a população em torno de uma ideia que seria de seu interesse. Como exemplo, cita o desejo incutido na população de possuir um Volkswagen, que significa “carro do povo”. Ao criar este anseio na população, conseguiam mobilizar as pessoas para estimular a economia e promover o desenvolvimento industrial.

Richard Overy, professor da Universidade de Exeter, relembra que, em 1934, o economista alemão Hjalmar Schacht disse que, “Se vocês desejam rearmar-se, é preciso encontrar um mecanismo especial para fazê-lo”. A solução encontrada, segundo o professor, foi a criação das “notas MEFO”, títulos de crédito emitidos por uma empresa fictícia. Elas foram usadas pelo governo alemão para financiar secretamente o rearmamento militar, algo que havia sido proibido pelo Tratado de Versalhes.

Fechando o episódio, o documentário explica que o resultado deste financiamento levou o regime a assumir medidas drásticas, como a busca de matérias-primas no exterior e a emissão de moeda, que, embora funcionassem a curto prazo, se mostraram insustentáveis a longo prazo, criando dilemas econômicos complexos.

“Dinheiro Sujo: Por Dentro da Economia Nazista” é uma produção da ARTE France e da Gogogo Films, com direção de Gil Rabier. A estreia é na Sexta da Sociedade, 10 de novembro, às 21h.

Orquestra Sinfônica do Recife e coro do Aria Social farão concerto com regência de mulher pela primeira vez em 73 anos

A Orquestra Sinfônica do Recife (OSR) e o coro do projeto social Aria Social farão um concerto histórico nos dias 7 e 8 de novembro, no Teatro de Santa Isabel. Pela primeira vez em 73 anos, uma mulher subirá ao pódio para reger o conjunto musical, que contará com a participação do coro de jovens cantores integrantes do projeto.

A maestrina Rosemary Oliveira, vice-presidente do Aria Social, repetirá o feito da gaúcha Joanídia Sodré (1903-1975), a primeira maestrina do Brasil e da América do Sul, única mulher a reger a OSR, em concerto realizado em setembro de 1950.

Sob a batuta de Rosemary, a OSR executará “Missa Armorial”, de Capiba, e as árias “Se vuol ballare”, “Voi, Chhe Sapete” e “Cinque…diece…venti…trenta”, de Bodas de Fígaro, de Mozart. O coral do Aria Social, com 58 integrantes a partir de 17 anos, adicionará um componente visual especial ao concerto: enquanto cantam, os componentes executam movimentos de dança coreografados por Ana Emília Freire.

O concerto é um momento ímpar na trajetória do Aria Social, que já impactou a vida de 10 mil pessoas, entre crianças, jovens e suas famílias, transformando e profissionalizando vidas por meio da arte.

“Latitudes dos Cavalos” comemora indicações a prêmios em nova temporada no Rio de Janeiro

A peça “Latitudes dos Cavalos”, que aborda temas como conflitos amorosos, masculinidade e autoconhecimento, chega ao Teatro Glauce Rocha, no Centro do Rio de Janeiro, em novembro. O espetáculo, que é protagonizado por Danilo Maia e Gabriel Flores, acaba de receber três indicações no 22º Prêmio Cenym de Teatro Nacional.

Com direção e dramaturgia de Gabriel Flores, a peça narra o encontro entre dois homens em conflitos amorosos: um deseja terminar um relacionamento falido, enquanto o outro busca reconquistar aquela que ele jura ser o amor de sua vida. Ao se conhecerem em circunstâncias inusitadas, os dois selam um acordo para se ajudar e passam, então, a interpretar cada um a mulher do outro, numa tentativa de ensaiar o que irão falar para elas.

A nova temporada da peça vai de 8 a 30 de novembro, às quartas e quintas, sempre às 19h. Ingressos à venda no Sympla.

Publicar comentário