Os Destaques do 21º Festival de Cinema e Vídeo de Cuiabá – CINEMATO

Os Destaques do 21º Festival de Cinema e Vídeo de Cuiabá – CINEMATO

O 21º Festival de Cinema e Vídeo de Cuiabá – CINEMATO foi um grande sucesso, destacando filmes excepcionais e talentos promissores no mundo cinematográfico. Neste artigo, vamos conhecer os principais destaques desse evento emocionante.

A Invenção do Outro: O Grande Vencedor

O documentário “A Invenção do Outro,” dirigido por Bruno Jorge, foi coroado como o melhor filme de longa-metragem pelo júri oficial do festival. Este reconhecimento é um verdadeiro abraço para o cineasta e ressalta a excelência deste filme.

Beatriz Vira-folhas Encanta o Público

O júri popular fez sua escolha, e “Beatriz Vira-folhas,” dirigido por Samantha Col Debella, foi o seu favorito. O filme encantou o público e se destacou por sua qualidade.

Chumbo: O Melhor Longa Mato-grossense

O prêmio de melhor longa-metragem mato-grossense foi para “Chumbo,” dirigido por Severino Neto. Esta obra demonstra o talento da produção cinematográfica local.

Fantasma Néon e A Indômita Revolta dos Morangos Assassinos

O prêmio de melhor curta-metragem nacional foi para “Fantasma Néon,” dirigido por Leonardo Martinelli. Enquanto isso, o mato-grossense “A Indômita Revolta dos Morangos Assassinos,” de Emília Top Tiro e Olavo Fernandes, também recebeu destaque.

Uma Noite de Premiação Memorável

A cerimônia de premiação ocorreu no Teatro da UFMT, em Cuiabá, no último sábado, 28 de outubro. Foi um momento emocionante para todos os envolvidos.

Reconhecimento para Ana Luiza Rios

A atriz cearense Ana Luiza Rios, conhecida por seu papel em “Mais Pesado é o Céu,” foi premiada como melhor atriz. Além disso, o filme recebeu o prêmio de melhor fotografia, destacando sua excelência cinematográfica.

Ana Luiza Rios compartilhou sua alegria: “Foi muito legal ter vindo. Estreamos em Gramado e depois fomos passando por outros festivais em Maranhão, Arapiraca (AL) e agora estamos aqui, em Cuiabá. Isso é muito importante, porque a gente faz filmes para que sejam vistos e o CINEMATO abre esse espaço. O festival está de parabéns por já estar em sua 21ª edição, isso em si é louvável.”

Importância dos Festivais para Curtas-metragens

Lobo Mauro, do curta-metragem “Fantasma Néon,” também participou do festival. Ele enfatizou a relevância dos festivais para curtas-metragens, já que esse formato não é amplamente exibido em cinemas ou televisão. Os festivais desempenham um papel vital em encontrar seu público.

Apelo à Apoio à Produção Cinematográfica Local

No encerramento do 21º CINEMATO, o cineasta e curador do evento, Luiz Borges, deixou uma mensagem através da Carta de Cuiabá. Ele apelou aos governos, empresários e instituições para apoiar a produção cinematográfica local e o Festival de Cinema e Vídeo de Cuiabá. Borges destacou a importância do CINEMATO como uma janela para a produção audiovisual brasileira e mato-grossense.

Borges agradeceu a todos os envolvidos na realização do evento e ressaltou a colaboração de diversas instituições e empresas que tornaram o festival possível.

Lista Completa dos Premiados

  • Melhor Filme Brasileiro: “A Invenção do Outro,” dirigido por Bruno Jorge (júri oficial)
  • Melhor Filme Mato-grossense: “Chumbo,” dirigido por Severino Neto
  • Melhor Primeira Direção de Longa-metragem: Samantha Col Debella, pelo filme “Beatriz Vira Folhas”
  • Melhor Atriz: Ana Luiza Rios, pelo filme “Mais Pesado é o Céu”
  • Melhor Atriz Revelação: Gabriela Freire, pelo filme “Entrelinhas”
  • Melhor Elenco: Aisha Brunno, Bramma Bremmer, Igui Leal, Will Soares, pelo filme “Tudo o que Você Podia Ser”
  • Melhor Fotografia: Petrus Cariry, pelo filme “Mais Pesado é o Céu”
  • Melhor Curta Nacional: “Fantasma Neon” – RJ
  • Melhor Curta Mato-Grossense: “A Indômita Revolta dos Morangos Assassinos” – MT
  • Melhor Documentário: “Urubá” – RN
  • Melhor Animação: “EWÉ de Òsáinyín: o segredo das folhas” – BA
  • Melhor Direção: Emília Top Tiro e Olavo Fernandes, pelo filme “A indômita revolta dos morangos assassinos”
  • Melhor Fotografia: Felipe Quintelas, pelo filme “Fantasma Neon”

Este festival demonstra a riqueza do cenário cinematográfico brasileiro, com produções de alta qualidade e talentos excepcionais. Parabéns a todos os premiados e aos organizadores por mais uma edição de sucesso do CINEMATO.

marramaqueadmin

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *