Machado de Assis: Celebrando 115 Anos de Seu Legado Literário

Machado de Assis: Celebrando 115 Anos de Seu Legado Literário

No cenário literário brasileiro, o nome Machado de Assis brilha como uma estrela perene, mesmo após 115 anos desde sua partida em 1908. Este gênio das letras deixou um legado inestimável, que transcendeu fronteiras ao ser traduzido para o inglês, alemão e castelhano nas últimas décadas.

A Jornada de um Gênio Autodidata

Nascido neto de pessoas escravizadas que foram alforriadas, Joaquim Maria Machado de Assis cresceu em uma família de poucos recursos e com pouca educação formal. No entanto, seu amor pela literatura o impulsionou a buscar conhecimento por conta própria. Em 1860, ele começou a contribuir com o “Diário do Rio de Janeiro” e, durante essa década, produziu várias comédias teatrais e “Crisálidas,” um livro de poemas.

A Evolução Literária

Machado de Assis expandiu seus horizontes ao mergulhar na literatura portuguesa e inglesa. Na década seguinte, publicou uma série de romances que o consolidaram como um autor respeitado tanto pelo público quanto pela crítica.

No entanto, sua carreira literária deu uma guinada significativa nas décadas seguintes, marcando o início do movimento realista no Brasil. O lançamento de “Memórias Póstumas de Brás Cubas” (1881), seguido por obras como “Quincas Borba” (1891) e “Dom Casmurro” (1899), marcou essa transformação. Nesse período, a ironia, o pessimismo e uma profunda reflexão sobre a sociedade tornaram-se traços distintivos de sua escrita, que também incluía poemas, contos, traduções e peças teatrais.

Um Legado Duradouro

No início do século XX, Machado de Assis fundou a Academia Brasileira de Letras e enfrentou a perda de sua esposa, Carolina, com quem se casara em 1869. Sua saúde deteriorou-se e ele se isolou do mundo. Durante esse período, ele escreveu seus dois últimos romances: “Esaú e Jacó” e “Memorial de Aires”.

Machado de Assis faleceu em sua casa no Rio de Janeiro em 29 de setembro de 1908, e seu funeral atraiu uma multidão. Mesmo após mais de um século, seu trabalho continua a ser admirado não apenas no Brasil, mas em todo o mundo, com edições de “Memórias Póstumas de Brás Cubas” publicadas em alemão, castelhano e inglês.

O Legado do Bruxo do Cosme Velho

No Brasil, a Editora Landmark oferece edições em capa dura e requintadas de suas obras mais famosas, incluindo “Dom Casmurro,” “Memórias Póstumas de Brás Cubas” e “Quincas Borba.” Além disso, a editora foi pioneira ao lançar edições bilíngues (Português-Inglês) de “Dom Casmurro” e “Memórias Póstumas de Brás Cubas” de Machado de Assis no país.

Relembrando suas Obras Imortais

  • Memórias Póstumas de Brás Cubas: Publicado pela primeira vez entre março e dezembro de 1881, este romance revolucionou a literatura brasileira ao subverter os padrões literários da época. Com sua linguagem inovadora e capítulos curtos, Machado de Assis explorou a alma humana e criticou a sociedade burguesa do Rio de Janeiro do século XIX.
  • Dom Casmurro: Um dos livros mais conhecidos do autor, desafia o leitor a questionar a veracidade dos acontecimentos narrados. A presença de um narrador não confiável levanta questões sobre traição e ciúmes, refletindo a crítica social que permeia a obra.
  • Quincas Borba: Neste romance realista, Machado de Assis aborda temas como progresso, sucesso material e manipulação. A história de Rubião, um professor de matemática que herda uma fortuna, revela as complexidades da natureza humana.

Disponibilidade

Essas obras-primas estão disponíveis na Amazon, nas principais livrarias do Brasil e no site oficial da Editora Landmark.

Sobre a Editora Landmark

Desde sua fundação, a Editora Landmark se dedica a trazer boa literatura, tanto nacional quanto estrangeira, ao público leitor brasileiro. Com edições bilíngues e projetos que enriquecem a experiência de leitura, a editora contribui para a cultura, o entretenimento e o lazer dos leitores. Para saber mais, visite o site oficial da Editora Landmark.

Machado de Assis continua a ser uma figura imortal na literatura mundial, e seu trabalho continua a inspirar gerações de leitores e escritores. Seu legado é um testemunho duradouro da riqueza da cultura literária brasileira.

marramaqueadmin

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *