Arena Carioca Dicró: Exposição Fotográfica sobre Pipas e a Arte da Vivência no Território

Arena Carioca Dicró: Exposição Fotográfica sobre Pipas e a Arte da Vivência no Território

A cidade maravilhosa do Rio de Janeiro, sempre pulsante em cultura e arte, abre suas portas para uma exposição que promete encantar os corações dos cariocas e visitantes. Na próxima quinta-feira, 31 de agosto, a Arena Carioca Dicró, localizada na emblemática Penha, terá o privilégio de inaugurar a exposição “Voa, Cria”, uma exibição fotográfica inigualável que nos convida a mergulhar no universo das pipas e sua relação íntima com o cenário carioca. Com um olhar único, o renomado artista e fotógrafo Arthur Viana nos brinda com uma narrativa visual que transcende a imaginação.

Uma Ocupação que Celebra a Vivência e a Expressão Artística

“Voa, Cria” é a primeira Ocupação da Galeria L deste ano, um evento que se desdobrará em um ciclo de exposições até abril de 2024. Sob a coordenação cuidadosa de Gisele Jacob, a Galeria L da Arena Dicró abre suas portas para receber as obras cativantes de Arthur Viana. As paredes ganham vida com fotografias que capturam a essência da relação entre pipas e a vivência nos territórios cariocas. A exposição não é apenas um testemunho da habilidade artística de Viana, mas também um chamado à valorização das expressões visuais em uma área onde o suporte muitas vezes é escasso.

Arte que Enobrece o Complexo da Maré

Arthur Viana, um fotógrafo preto e talentoso criador da Maré, iniciou sua jornada no mundo da fotografia em 2018. Para ele, essa arte é mais do que uma forma de expressão, é um meio de preservar legados e contar histórias que, de outra forma, poderiam se perder no tempo. Ele é um dos pioneiros na geração de artistas pretos que têm a oportunidade de deixar sua marca nas imagens, construindo uma narrativa poderosa e duradoura sobre o Complexo da Maré. Sua participação na turma 2022 da Escola de Fotografia Popular, do Programa Imagens do Povo, do Observatório de Favelas, solidificou sua posição como uma voz vital na cena artística carioca.

Experiência Imersiva e Participativa

Ao adentrar a Galeria L, os visitantes são recebidos por uma sinfonia visual que mistura fotografia e pipas personalizadas. As pipas, suspensas como poesia no ar, dão vida às obras de Arthur Viana, adicionando uma dimensão interativa à exposição. Mas a experiência não se limita à contemplação; para grupos escolares que explorarem essa riqueza artística até o final de outubro, oficinas de confecção de pipas serão oferecidas, conectando as gerações através da criação e do brincar. A coordenadora da Arena Dicró, ao enfatizar a importância do brincar na programação, ressalta que a exposição proporciona um diálogo profundo e sensível sobre esse tema.

O Programa de Residências Artísticas e o Fortalecimento da Cultura

A Ocupação “Voa, Cria” faz parte do Programa de Residências Artísticas, uma colaboração entre a Arena Carioca Dicró, o Observatório de Favelas e a Prefeitura do Rio de Janeiro, por meio da Secretaria Municipal de Cultura. Com sua abordagem inovadora, o programa não apenas oferece um espaço para artistas expressarem suas visões criativas, mas também visa impulsionar a cena artística e cultural das regiões metropolitanas do Rio de Janeiro. Durante o período de agosto de 2023 a abril de 2024, três artistas e coletivos locais terão a oportunidade de compartilhar seus trabalhos e participar de atividades formativas que enriquecerão ainda mais o panorama artístico da cidade.

Arena Carioca Dicró: Um Espaço Cultural Vibrante

A Arena Carioca Dicró, inaugurada em junho de 2012, é um espaço cultural multifacetado que não apenas celebra a arte, mas também contribui para a formação cultural e artística da comunidade. Como um tributo ao talentoso artista, intérprete e compositor Carlos Roberto de Oliveira – Dicró, a arena se tornou um epicentro da cultura, oferecendo um ambiente acolhedor para uma variedade de expressões artísticas, desde balé infantil até teatro juvenil, dança de salão, música e muito mais. O teatro com capacidade para 338 pessoas é palco de produções memoráveis que enriquecem a vida cultural do Rio de Janeiro.

Observatório de Favelas: Uma Missão de Transformação

O Observatório de Favelas, um organismo da sociedade civil estabelecido em 2001, possui uma missão poderosa: promover o conhecimento e a mudança nas políticas públicas relacionadas às favelas, promovendo o direito à cidade e enfrentando as desigualdades. Com programas que abrangem áreas como arte, comunicação, direitos humanos e educação, o Observatório dedica-se a construir experiências que fortaleçam as comunidades e impulsionem a democracia.

Celebração da Arte, Cultura e Vivências Cariocas

A exposição “Voa, Cria” é muito mais do que uma simples coleção de fotografias. É uma celebração das cores, dos sonhos, das tradições e da autenticidade do povo carioca. Ao explorar a relação entre pipas e o território, Arthur Viana nos convida a refletir sobre a importância de preservar nossas raízes e expressá-las através das artes visuais. A Arena Carioca Dicró e suas iniciativas notáveis, juntamente com o Observatório de Favelas, estão moldando um cenário cultural vibrante e inclusivo para todos. A exposição é uma oportunidade imperdível para mergulhar nas histórias contadas por imagens, vivenciar a cultura carioca e celebrar a arte em toda a sua glória.

marramaqueadmin

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *