Omodé: Festival Sesc de Arte e Cultura Negra para a Molecada

Omodé: Festival Sesc de Arte e Cultura Negra para a Molecada

Celebrando a Diversidade e a Cultura Afrobrasileira

O Festival Sesc de Arte e Cultura Negra para a Molecada – Omodé, é uma celebração única das culturas afrobrasileiras dedicada às crianças. O termo “omodé”, em yorubá, abrange o universo infantil e suas necessidades especiais. O festival busca, entre os meses de junho e agosto, proporcionar uma experiência rica em arte, educação e reflexão sobre as negritudes, a ancestralidade, o antirracismo e a diversidade na infância.

Refletindo sobre Ancestralidade e Diversidade

O festival oferece uma gama diversificada de atividades, incluindo apresentações de teatro, dança e música, exibições de filmes, exposições, atividades físicas e esportivas, bem como sessões de formação e bate-papos. O principal objetivo do Omodé é enaltecer as culturas afrobrasileiras e destacar sua relação com as várias formas de infância, além de fomentar reflexões sobre a importância da ancestralidade, antirracismo e diversidade nesse contexto.

Em Comemoração a Leis Educacionais

As atividades do Omodé estão intrinsecamente ligadas ao aniversário de 20 anos da Lei 10.639/03, que modificou a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional, tornando obrigatório o ensino de história e cultura africanas e afrobrasileiras na educação pública e privada. Mais tarde, essa lei foi atualizada para a Lei 11.645/08, que também inclui a história e cultura indígenas, reconhecendo a rica diversidade étnica presente no país.

Abertura e Atividades Destacadas

A abertura do festival promete ser intensa e cativante, ocorrendo durante o feriado prolongado de Corpus Christi, de 8 a 11 de junho. Entre os destaques, temos o espetáculo infantojuvenil “O Pequeno Herói Preto”, que narra as aventuras de Super Nagô, um jovem youtuber de 10 anos que descobre seus poderes por meio da ancestralidade. Além disso, “Infância Negra: um encontro literário” apresenta um diálogo entre diferentes gerações sobre as experiências de ser uma criança negra no Brasil, abordando sensibilidades e desafios de forma poética.

Bate-Papos Enriquecedores

O festival também oferece uma série de bate-papos que abordam temas relevantes para a infância negra. Desde “Valores Civilizatórios Afrobrasileiros e sua importância na infância”, passando por “Afetividades Negras e Infâncias”, até “Olhar para as Infâncias Negras: desafios do cuidar”, essas conversas enriquecerão as reflexões sobre identidade, valores e cuidados voltados para crianças negras.

Atividades para Todas as Idades

O Omodé não se limita apenas ao público infantil. Adultos também têm a oportunidade de participar das atividades e vivências propostas. Entre elas, destacam-se a confecção de marcadores de página com reflexões sobre autoestima e identidade, sessões de cinema com curtas-metragens de animação e ficção com protagonismo negro, jogos e brincadeiras afrodiaspóricas, oficinas de confecção de berimbau, entre outras.

Um Olhar para o Futuro

O Omodé: Festival Sesc de Arte e Cultura Negra para a Molecada é mais do que uma simples celebração. É um convite para olhar o passado, honrar as raízes, refletir sobre a diversidade e a importância da representatividade, e inspirar a próxima geração a criar um futuro mais inclusivo, antirracista e empoderado. Através da arte, da educação e do compartilhamento de saberes, o festival constrói pontes entre diferentes culturas e promove a compreensão mútua, preparando um terreno fértil para a evolução da sociedade brasileira.

Imagem em destaque: Link

marramaqueadmin

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *